|

AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

(11) 2373.3336

Quando se fala em automação industrial, os sensores, de todos os tipos, têm uma função de extrema relevância. São eles que vão ficar encarregados de fazer a conversão de um dado físico para um sinal elétrico, este por sua vez, finalmente passível de ser captado por alguns equipamentos e dispositivos. Ele é constituído pelo controlador lógico programável (CLP). Existe uma grande variedade de sensores, com funcionalidades diferentes e alguns dos mais utilizados são os sensores indutivos. O “poder” desse tipo de sensor consiste na capacidade de fazer a detecção de objetos de natureza metálica, em distâncias curtas. Por conta desse atributo ele também é chamado de sensor de proximidade.

O sensor indutivo é uma peça dotada de inúmeros atributos e funcionalidades e por conta disso ele é uma das alternativas mais procuradas para as aplicações nos sistemas e processos industriais. Ele é todo maciço, fixo, ou seja, não tem nenhum componente que seja móvel e por conta disso tem uma enorme durabilidade.

Quais são os benefícios e diferenciais dos sensores indutivos?

Ao contrário do que se possa imaginar, por funcionar em distâncias curtas de detecção, os sensores indutivos são altamente precisos. O esquema de funcionamento dos sensores indutivos é relativamente complexo. Ele é caracterizado por um núcleo composto por ferrite envolvido por uma bobina, um circuito oscilador e também por um circuito disparador, que funciona integrado a um amplificador. O campo magnético que é a base do funcionamento do sensor indutivo é gerado em uma parceria do oscilador com a bobina localizada na ponta da peça. Quando algum objeto ou material feito de metal entra em contato com esse campo magnético, ocorre a indução de correntes magnéticas secundárias.

Por conta da indução provocada pelo metal, há uma diminuição da energia do campo magnético e em consequência disso aumenta a amplitude do sinal oriundo do oscilador. Se o sinal é muito pequeno ou fraco, o circuito do disparo nota essa alteração e modifica a tensão de saída. A resposta gerada por esse dispositivo permite um maior controle de todo o processo. Entre as categorias de sensores indutivos existentes, podemos citar as de corrente contínua ou de corrente alternada.

Fale com um especialista em sensores indutivos

Consulte um especialista em sensores indutivos e procure ter a maior clareza e objetividade possível no detalhamento de suas reais necessidades. Certamente esse profissional altamente qualificado e experiente apresentará as melhores soluções para a sua indústria.



Contato

(11) 2373.3336

(11) 2372.3336

comander@comanderautomacao.com.br

www.comanderautomacao.com.br